Exame de Suficiência Contabilidade - Auditoria Contábil: Exercício contextualizado

Share:


AUDITORIA CONTÁBIL

QUESTÃO 26 (EXAME CFC/CRC 2/2011). Em relação aos procedimentos de auditoria, assinale a opção CORRETA.

a) A auditoria das demonstrações contábeis exime as responsabilidades da administração ou dos responsáveis pela governança.

b) As demonstrações contábeis sujeitas à auditoria são as da entidade elaboradas pelo auditor independente, com supervisão geral dos responsáveis pela governança.

c) As NBC Técnicas impõem responsabilidades à administração ou aos responsáveis pela governança e se sobrepõem às leis e regulamentos que governam as suas responsabilidades.

d) O objetivo da auditoria é aumentar o grau de confiança nas demonstrações contábeis por parte dos usuários. (Alternativa correta).

Esta questão está relacionada com a Resolução 001275/2010 do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). A Resolução tem como objetivo estabelecer normas e orientações quanto às responsabilidades profissionais do auditor independente quando este, que não é o auditor da entidade, assume um trabalho de revisão das demonstrações contábeis dessa entidade e quanto à forma e ao conteúdo do relatório emitido pelo auditor independente em conexão com tal revisão. O auditor independente, que é o auditor da entidade contratado para realizar a revisão das informações contábeis intermediárias, realiza a revisão de acordo com a NBC TR 2410.

A letra a) está incorreta porque a norma NÃO exime a responsabilidade da administração ou de seus responsáveis. A Resolução 1275/2010 atribui a responsabilidade para ambos (administração da entidade e auditor independente).

A questão também está relacionada com a Resolução 001203/2009 NBC TA 200 - Objetivos Gerais do Auditor Independente, que trata das responsabilidades gerais do auditor independente na condução da auditoria de demonstrações contábeis em conformidade com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Nesta Norma e em outras normas elas estão substancialmente apresentadas pela sua sigla “NBC TA”.  Especificamente, ela expõe os objetivos gerais do auditor independente e explica a natureza e o alcance da auditoria para possibilitar ao auditor independente o cumprimento desses objetivos. Ela também explica o alcance, a autoridade e a estrutura das NBC TAs e inclui requisitos estabelecendo as responsabilidades gerais do auditor independente aplicáveis em todas as auditorias, inclusive a obrigação de atender todas as NBC TAs. Doravante, o “auditor independente” é denominado o “auditor”.

A letra b) está incorreta porque as demonstrações contábeis sujeitas à auditoria são as da entidade, elaboradas pela sua administração, com supervisão geral dos responsáveis pela governança, conforme determina a Resolução 1203/2009.

A letra c) está incorreta porque as NBC TAs NÃO impõem responsabilidades à administração ou aos responsáveis pela governança e NÃO se sobrepõe às leis e regulamentos que governam as suas responsabilidades, conforme versa a Res. 1203/2009.

A mesma Resolução ratifica a letra d) como correta: O objetivo da auditoria é aumentar o grau de confiança nas demonstrações contábeis por parte dos usuários. Isso é alcançado mediante a expressão de uma opinião pelo auditor sobre se as demonstrações contábeis foram elaboradas, em todos os aspectos relevantes, em conformidade com uma estrutura de relatório financeiro aplicável. No caso da maioria das estruturas conceituais para fins gerais, essa opinião expressa se as demonstrações contábeis estão apresentadas adequadamente, em todos os aspectos relevantes, em conformidade com a estrutura de relatório financeiro. A auditoria conduzida em conformidade com as normas de auditoria e exigências éticas relevantes capacita o auditor a formar essa opinião.

Confira na íntegra as duas Resoluções:


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário