sábado, 10 de dezembro de 2011

Cheque especial tem maior juros desde fevereiro de 2005


Imagem divulgação internet
A taxa de juros do cheque especial atingiu em novembro o maior nível desde fevereiro de 2005, ao passar de 8,21% em outubro para 8,41% mensais, como indica a Pesquisa de Juros da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

Com o reajuste, a taxa média anual do cheque especial já chega a 163,53%. A pesquisa mostra que, depois de três reduções consecutivas, as taxas de juros das operações de crédito voltaram a subir em novembro. Das seis linhas de crédito para pessoa física pesquisadas, apenas uma, a de cartão de crédito rotativo, se manteve estável. Mesmo assim, é a maior taxa cobrada desde junho de 2000. O restante teve em novembro elevação média de 0,07 ponto porcentual ante outubro. A taxa média l dos empréstimos para pessoa física cobrada por ano atingiu em novembro 117,02%. A taxa média mensal ficou em 6,67%, a maior desde setembro deste ano.
Juros do comércio subiram 0,02 ponto porcentual, para 5,46% ao mês; taxas de crédito direto ao consumidor nos bancos avançaram 0,04 ponto porcentual (para 2,20% mensais).
O Estado de S. Paulo

Copyright © 2011 | Powered by Blogger

Formatação e Design | JM DESIGN e Programadores Associados | Criação, Design e Formatação de WebSites | jm.designgrafico@gmail.com